2 de jun de 2009

Paraíba: Prefeito de Areia tem mandato cassado

Elson Cunha Lima (DEM-PB)

O juiz da 11ª Zona Eleitoral de Areia, no Brejo paraibano, Edailton Medeiros, cassou o mandato do prefeito daquele município, Elson Cunha Lima Filho (DEM) e o vice, Ademar Paulino.

Os motivos da cassação foram denúncias de abuso de poder econômico e político. O prefeito teria aumentado abusivamente os gastos com saúde e contratado exageradamente prestadores de serviço.

O juiz Edailon Medeiros declarou o prefeito e vice de Areia inelegíveis por três anos, aplicou multa de 40 mil Ufirs e determinou a realização de novas eleições no município.

O presidente da Câmara de Areia, Clodoaldo de Albuquerque (PR) é que irá assumir a prefeitura, pois o segundo colocado nas eleições, Paulo Gomes, não poderia assumir porque teve as contas rejeitadas e ficou inelegível. Os terceiro e quarto colocados não tiveram votos suficientes, pois somaram apenas 2 por cento das intenções de voto.

Mais cassação - O vereador do município de Monte Horebe, José Nilton Pereira teve o mandato cassado em sessão na noite desta segunda-feira (1º) do Tribunal Regional Eleitoral. De acordo com informações da Assessoria do TRE , o vereador tinha o pedido de registro de candidatura indeferido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Fonte: Portal Correio


Não deixe de comentar nossas postagens.

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.FabioRodrigues.com
Contato: fabiorodrigues@fabiorodrigues.com

6 comentários:

  1. Esses "políticos" que pensam ser "donos" de um cargo dado pelo povo,deveriam saber que são apenas nossos empregados temporários,e,deveriam ter respeito com os eleitores, honestidade e zelo pela coisa pública.

    PS. Melhor ainda,vergonha na cara,pois de santo do pau-ôco o inferno está cheio!

    ResponderExcluir
  2. Fernando,

    De fato os políticos devem lembrar-se que são empregados públicos temporários. E isso a população, o povo deve fazer não renovando seus contratos de trabalho, ou melhor, seus mandatos.

    O povo deve fazer avaliações sempre das ações dos agentes públicos.

    Saber diferenciar políticos honestos e políticos corruptos, saqueadores do dinheiro público.

    Acredito e tenho a esperança que a população aumente a cada dia sua capacidade de análise crítica e retirada de políticos que querem apenas o aumento do patrimônio pessoal da vida pública.

    Abraço fraterno e a luta continua.

    ResponderExcluir
  3. Cocordo amigos, já está mais do que na hora de chamarmos à responsabilidade os políticos que esquecem de administrar em prol do povo e o fazem em favor de si mesmos! CASSAÇÃO JÁ, PELA MORALIZAÇÃO DA POLÍTICA E EM FAVOR DA DEMOCRACIA...

    ResponderExcluir
  4. Foi abusar do poder...dançou!!!!

    ResponderExcluir
  5. É uma imoralidade um político contratar empregados temporários para que o mesmo tenha o seu voto,alias dele e dos seus parentes,com tudo teve uma diferênia insignificante para com o numeros de votantes que lá residem.... obrigado

    ResponderExcluir
  6. Foi uma injustiça...

    ResponderExcluir

Clique no link "Postagem(ns) mais antiga(s)" (acima), para continuar lendo nosso blog. E a qualquer momento clique no link "Início" para voltar a página inicial.