30 de abr de 2010

Pronunciamento do presidente Lula em homenagem ao Dia do Trabalhador




Fonte: Blog do Planalto



Comente nossas postagens! Com problemas para comentar? (clique aqui)

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.BlogdoFabioRodrigues.com.br
Contato: FabioRodrigues@FabioRodrigues.com


Clique aqui e leia texto completo

29 de abr de 2010

O bom debate sobre a Blogosfera (XII)


Google e o futuro da notícia

Em um panorama sobre o futuro da notícia, o jornalista argentino Miguel Wiñazki se referiu à proliferação de geradores de conteúdo alavancada por plataformas como o YouTube ou Blogger e ao impacto que essas exercem na informação.

"A censura faleceu", disse Wiñazki, durante o terceiro Google Press Summit, reunião anual organizada pelo Google com jornalistas da América Latina. Wiñazki ilustrou seu comentário com o caso dos cidadãos iranianos, que, no ano passado, divulgaram seus protestos ao gravá-los em seus celulares e ao fazer o upload desses para o YouTube logo após as eleições presidenciais desse país. Wiñazki lançou a pergunta sobre qual será no futuro a definição de jornalista, em face da generalização dos produtores de conteúdo atualmente observada.

Rodrigo Velloso, Gerente de Desenvolvimento de Negócios do Google na América Latina, debateu a possível responsabilidade de empresas como o Google na atual crise enfrentada pelos tradicionais meios de comunicação, em particular os gráficos.

Velloso enumerou as causas que provocaram a crise desses veículos, tais como a redução nas assinaturas e a perda de anunciantes em seções bastante rentáveis, como os classificados ou suplementos de automóveis, ou de turismo, que foram ofuscados por ofertas similares na Internet.

"Algumas das fontes de anunciantes mais importantes dos meios diminuíram muito rapidamente", disse Velloso.

Por sua vez, Velloso relembrou que o Google.com e o Google Notícias direcionam bilhões de cliques por mês a websites de meios de comunicação, um grande tráfego que fica à disposição dos veículos, além de frisar que o Google não obriga os meios a permanecerem no mecanismo de pesquisa nem no Google Notícias. Por último, ele descreveu diferentes produtos do Google destinados ao aprimoramento da experiência de leitura das notícias on-line, tais como o Google Fast Flip ou o Living Stories, cujo foco é ajudar os meios de comunicação a manter e monetizar seus leitores.

"Queremos estar associados à solução do problema enfrentado pelos meios de comunicação. Já fazemos bastante e queremos fazer ainda mais", disse Velloso.


Fonte: Blog Google Brasil


Postagem relacionada: "O bom debate sobre a Blogosfera (XI)", clique aqui.



Comente nossas postagens! Com problemas para comentar? (clique aqui)

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.BlogdoFabioRodrigues.com.br
Contato: FabioRodrigues@FabioRodrigues.com


Clique aqui e leia texto completo

Maciel (DEM-PE), Maia (DEM-RN) e Efraim (DEM-PB) enfrentam dificuldades

Maciel (DEM-PE), Maia (DEM-RN) e Efraim (DEM-PB)
Será todos anti-Lula?

De São Paulo

Será difícil para o DEM manter uma forte bancada no Senado, na avaliação do diretor do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), Antonio Augusto de Queiroz. Para ele, apenas o senador Demóstenes Torres (GO) é franco favorito nas eleições de outubro e tem reeleição garantida, e só o senador Heráclito Fortes (PI) desponta com chances objetivas de obter um segundo lugar, entre os cinco senadores do ex-PFL que disputam a reeleição. Este ano, serão renovados dois terços do Senado - são duas vagas por Estado. Segundo levantamento feito pelo diretor do Diap, terão dificuldades para renovar o mandato os senadores Marco Maciel (PE), Agripino Maia (RN) e Efraim Morais (PB).

Para Queiroz, o DEM tem também chances reduzidas de eleger senadores em outros Estados. As exceções ficam por conta de Santa Catarina, onde um candidato forte a governador, o senador Raimundo Colombo, pode ajudar a eleger um senador, e o Rio, onde disputará o ex-prefeito César Maia. O presidente do DEM, Rodrigo Maia, garante que as pesquisas internas do partido indicam uma bancada semelhante à atual na próxima legislatura. "Podemos perder dois senadores, mas temos três novos com condições de ganhar", diz.

Se for confirmada a tendência de declínio do partido nos Estados em que disputa a reeleição ao Senado, os atuais parlamentares terão uma campanha muito dura. Em Pernambuco, o senador Marco Maciel está em primeiro lugar nas pesquisas de opinião - na última, estava pouco acima de João Paulo (PT), que desistiu em favor do ex-ministro Humberto Costa (PT), também considerado um forte concorrente. Mas Queiroz considera que esse é só o começo. Maciel tem como adversária uma chapa fechada e muito forte: o governador Eduardo Campos (PSB) é o favoritíssimo candidato à reeleição e os dois candidatos ao Senado na chapa dele são Costa e o ex-presidente da CNI Armando Monteiro (PTB). Este último disputa na faixa de eleitorado do senador do DEM.

Nas últimas eleições, o avanço do PT e do PSB tem acontecido, como no resto do Nordeste, sobre o eleitorado do ex-PFL. Em 1998, o partido elegeu 46 prefeitos; em 2000 eles eram 19. Os oito deputados federais do Estado eleitos em 1998 foram reduzidos a dois em 2006. Não é favorável também a situação do DEM no Piauí, onde Heráclito Fortes disputa mais um mandato. Em 2002, quando fazia campanha para o Senado, ele tinha o apoio de cinco deputados federais eleitos em 1998. Hoje são apenas dois. Nas eleições municipais de 2008, o DEM viu seus 59 prefeitos serem reduzidos a nove. "O partido diminuiu por conta do Bolsa Família e do poder da caneta. O Estado é pobre e depende de transferências do governo federal", diz.

Wellington Dias (PT), que saiu do governo para disputar o Senado, está em primeiro lugar nas pesquisas, 10 pontos à frente de Heráclito. Conta a favor do senador do DEM o fato do terceiro concorrente, Mão Santa, ser candidato sem partido: ele saiu do PMDB e montou um partido só para ele, o PSC, sem expressão.

No Rio Grande do Norte, o líder do DEM no Senado, José Agripino Maia, disputa a reeleição numa coligação que foi considerada como genial porque teria potencial de isolar a governadora que deixou o cargo, Vilma Maia (PSB), candidata ao Senado, e de esvaziar o palanque de Dilma no Estado. Maia disputa numa chama encabeçada pela senadora Rosalba Ciarlini (DEM), com chances de se eleger governadora, e pelo senador Garibaldi Alves (PMDB). Para Queiroz não existe hipótese, todavia, de a mesma coligação levar as duas vagas ao Senado. "A tendência é de renovação de 50%: ou Agripino perde, ou Alves perde. A candidatura de Vilma vai começar a crescer", afirma. Foi-se o tempo em que o Rio Grande do Norte era um paraíso para o DEM. Em 2000, elegeu 35 prefeitos no Estado; em 2004, apenas 17. Em 1998 fez três federais; em 2006, apenas um.

O candidato à reeleição pela Paraíba, o senador Efraim Morais reconhece que a situação não é boa para o DEM no seu Estado. No ano 2000 foram eleitos 59 prefeitos; hoje são 38.
O partido fechou uma coligação com o ex-prefeito Ricardo Coutinho (PSB). A outra vaga do Senado será disputada pelo ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB). "A tendência é que Cunha Lima leve uma vaga e o candidato da coligação liderada pelo governador José Maranhão (PMDB) fique com a segunda", avalia Queiroz. Por enquanto, Morais figura na segunda colocação, atrás de Cunha Lima e na frente dos candidatos do PMDB, Vital do Rego Filho e Manoel Júnior, segundo informa Maia, com base nas pesquisas internas do DEM nacional .

O senador Demóstenes Torres é o favorito da disputa em Goiás num Estado em que o DEM está longe de ser forte. A explicação dele para isso é o fato de ser conhecido. Foi procurador-geral do Estado, secretário de Segurança do governo Marconi Perillo (PSDB), o favorito na disputa desse ano ao governo e também candidato ao governo. Depende mais de sua imagem nacional e de sua identificação regional com Perillo do que propriamente da estrutura partidária.

Por circunstâncias variadas, os atuais suplentes do DEM cujo mandato termina esse ano não vão disputar. O chamado Mensalão do DEM, que pôs na cadeia o único governador que conseguiu eleger em 2006, José Roberto Arruda, eliminou as chances do partido em pleitos majoritários no Distrito Federal, pelo menos nessas eleições. O senador Adelmir Santana disse ao Valor que considera a hipótese de se candidatar; Maia, todavia, não leva isso em conta. No Mato Grosso, o senador Gilberto Goellner foi eleito suplente do senador Jonas Pinheiro, que morreu em 2008. Não vai se candidatar.

O senador Antônio Magalhães Júnior (BA) é filho e suplente do senador Antonio Carlos Magalhães, que morreu em 2007. A direção do DEM disse que ele não será candidato por razões pessoais. Queiroz não acredita que o DEM - que concorrerá com o ex-prefeito de Feira de Santana José Ronaldo de Carvalho, ou com o deputado José Carlos Aleluia - consiga uma das vagas. O DEM também tem dúvidas quanto a isso. Para o diretor do Diap, uma das vagas ficaria com o candidato da chapa do governador Jaques Vagner (PT) e a outra, de César Borges (PR).

É uma realidade dramática a da Bahia, que foi quase uma capitania hereditária de ACM. Em 1998, o então PFL elegeu um senador, que se somou aos dois eleitos em 1994, e uma bancada de 20 deputados federais e 23 estaduais, além do governador. Em 2006, perdeu as eleições para o governo e para o Senado e elegeu 13 federais e 16 estaduais. 125 prefeitos assumiram em 2001. Em 2008, foram eleitos só 43. (MIN)


Fonte: Clipping TSE



Comente nossas postagens! Com problemas para comentar? (clique aqui)

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.BlogdoFabioRodrigues.com.br
Contato: FabioRodrigues@FabioRodrigues.com


Clique aqui e leia texto completo

Brizola Neto (PDT-RJ) denuncia jogo sujo do PSDB na Internet




“O site do PSDB, psdb.org, tinha um link para um site que dizia GenteQueMente.org. Fomos verificar, e esse site, simplesmente difamador, que dá golpes abaixo da cintura, está registrado oficialmente pelo PSDB. Esse é o pessoal que diz que pode mais. Realmente pode mais baixaria, calúnia, porque não têm capacidade de fazer o debate” - Brizola Neto.



Comente nossas postagens! Com problemas para comentar? (clique aqui)

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.BlogdoFabioRodrigues.com.br
Contato: FabioRodrigues@FabioRodrigues.com


Clique aqui e leia texto completo

27 de abr de 2010

Direto do Twitter


1 - Estamos preparando uma divulgação nacional do @BlogdoFabioR pelo Google Adwords - em apenas 1 dia serão 1 milhão de impressões (anúncios).

2 - Podem até me criticar, mas dos meus ideais eu não fujo. Quero @DilmaBR presidente. O país não pode e nem vai retroceder - Pra frente Brasil!

3 - Quem pode conter a vontade popular? Quando o povo tiver unido numa corrente pra frente não tem campanha suja que tire a vitória da @DilmaBR.

4 - Você já questionou algum político hoje? Muitos estão no Twitter e é uma boa oportunidade de saber suas posições sobre determinados temas.

5 - Por que quando uma pessoa rouba uma margarina num fiteiro é preso, e quando um político rouba a verba da merenda escolar não é? Respostas!



Comente nossas postagens! Com problemas para comentar? (clique aqui)

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.BlogdoFabioRodrigues.com.br
Contato: FabioRodrigues@FabioRodrigues.com


Clique aqui e leia texto completo

O bom debate para Pernambuco 2010 (XVI)

Eduardo Campos (PSB) X Jarbas Vasconcelos (PMDB)


Por Fábio Rodrigues

Está chegando o dia para a decisão final do senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) se será ou não candidato a Governador. A data prometida foi 30 de abril, sexta-feira próxima. A expectativa é grande e ninguém consegue o furo mais esperado do mês. Estamos torcendo por aqui para que ele venha pro campo, pois assim teremos um jogo emocionante.

Inclusive essa decisão irá influenciar na composição da chapa oposicionista. O senador Marco Maciel (DEM) já está certo de sua candidatura a reeleição, porém a dúvida é se o senador Sérgio Guerra (PSDB) será mesmo candidato a reeleição. Pois sem Jarbas na disputa fica muito difícil para Guerra ganhar essa batalha.

No lado da situação a chapa majoritária está "praticamente" fechada - Governador Eduardo Campos (PSB) e Vice João Lyra (PDT), Senadores Humberto Costa (PT) e Armando Monteiro (PTB). Mesmo com a indicação do companheiro Humberto diante a opção do ex-prefeito do Recife João Paulo, o PT deve caminhar junto para eleger toda a chapa governista. Afinal, o projeto de colocar a ex-Ministra Dilma como presidenta está em 1º lugar.


Postagem relacionada: "O bom debate para Pernambuco 2010 (XV)", clique aqui.



Comente nossas postagens! Com problemas para comentar? (clique aqui)

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.BlogdoFabioRodrigues.com.br
Contato: FabioRodrigues@FabioRodrigues.com


Clique aqui e leia texto completo

PAC 2 prevê 5,7 bilhões em ações para Juventude


Por Germana Barros, para o InfoJovem

A segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), lançada na segunda-feira (29/03/2010), em Brasília, pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pela ministra chefe da Casa Civil, Dilma Roussef, terá investimentos diretos em políticas de juventude. Um dos destaques é a construção de praças com equipamentos de cultura, esporte e lazer.

Em todo o País, serão construídas 800 praças da juventude, com o objetivo de elevar a oferta de espaços públicos para a população jovem. Esses espaços contarão com cineteatros, bibliotecas, anfiteatros, telecentros, Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), salas multiuso, pistas de skate, equipamentos de ginástica, ginásios poliesportivos, pistas de caminhada, quadras de areia para vôlei e futebol e vestiários. O investimento é da ordem de R$ 1,6 bilhão.

Com esta iniciativa, o PAC 2 amplia a oferta de equipamentos públicos para a juventude em todo o país. Cidades como Campo Grande, Fortaleza e São Paulo, além dos estados do Rio de Janeiro e Paraná vem implementando projetos similares.

O presidente do Conjuve, Danilo Moreira, disse ter ficado otimista com o montante investido na juventude nesta etapa do Programa de Aceleração do Crescimento, que vai de 2011 a 2014. Segundo ele, cada vez mais a juventude ocupa seu espaço na agenda do desenvolvimento do Brasil. "A inclusão desta temática no PAC 2 fortalece a política nacional de juventude que vem sendo implementada desde 2005 pelo Governo Lula. Serão 5,7 bilhões de reais para construção de equipamentos públicos para juventude ampliando o acesso ao esporte, cultura e lazer", explicou.

Outra obra importante para os jovens prevista no PAC 2 é a construção de 10 mil quadras poliesportivas nas escolas. Serão investidos cerca de 4,1 bilhões para universalizar as quadras em escolas que tenham mais de 500 alunos.

As ações previstas para a juventude fazem parte do eixo Comunidade Cidadã.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Secretaria Nacional de Juventude



Comente nossas postagens! Com problemas para comentar? (clique aqui)

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.BlogdoFabioRodrigues.com.br
Contato: FabioRodrigues@FabioRodrigues.com


Clique aqui e leia texto completo

22 de abr de 2010

Dia do Planeta Terra



Por Dilma Rousseff, no seu Blog

Hoje é o Dia da Terra. No mundo inteiro pessoas e organizações se mobilizam em torno de uma questão que se tornou fundamental para o presente e o futuro: a conservação do planeta, de nosso meio ambiente, da biodiversidade.

O Brasil tem dado uma grande contribuição no combate ao aquecimento global, um desafio do nosso tempo. Superá-lo exige um esforço compartilhado, coerente com as responsabilidades e possibilidades de cada país.

Na Conferência do Clima, em Copenhague, em 2009, assumimos voluntariamente a meta de reduzir, até 2020, entre 36% e 39%, as emissões de gases que provocam o efeito estufa, e também em 80% o desmatamento na Amazônia e em 40% no cerrado. É uma das metas mais ambiciosas assumidas por um país. Vamos cumpri-la.

Nenhum outro país avançou tanto na utilização de fontes de energia renováveis, limpas, como o nosso. Mais de 46% de toda a energia consumida no Brasil provem de usinas hidrelétricas e da utilização de biomassa.

Estamos vencendo a luta contra o desmatamento da Amazônia. No governo do presidente Lula, o tamanho da área deflorestada vem caindo ano após ano, até alcançarmos o recorde de 75 % no ano passado.

Estamos provando que é possível fazer o país crescer e desenvolver-se, social e economicamente, respeitando o meio ambiente. Nessa matéria ninguém pode nos dar lições. No Brasil, sabemos amar e respeitar a natureza em que vivemos.

Neste dia compartilho com vocês o poema "O Animal da Floresta" de Thiago de Mello:


De madeira lilás (ninguém me crê)

se fez meu coração. Espécie escassa

de cedro, pela cor e porque abriga

em seu âmago a morte que o ameaça.

Madeira dói?, pergunta quem me vê

os braços verdes, os olhos cheios de asas.

Por mim responde a luz do amanhecer

que recobre de escamas esmaltadas

as águas densas que me deram raça

e cantam nas raízes do meu ser.

No crepúsculo estou da ribanceira

entre as estrelas e o chão que me abençoa

as nervuras.

Já não faz mal que doa

meu bravo coração de água e madeira.



Comente nossas postagens! Com problemas para comentar? (clique aqui)

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.BlogdoFabioRodrigues.com.br
Contato: FabioRodrigues@FabioRodrigues.com


Clique aqui e leia texto completo

18 de abr de 2010

Vamos divulgar! É amanhã o lançamento das redes socias da Dilma.


Companheir@s

Nesta segunda-feira, 19, às 15 horas, a Dilma Rousseff lançará o seu blog pessoal e seu perfil pessoal nas redes sociais Orkut e Facebook.

Dilma divulgará o endereço de seu blog via o seu twitter e identi.ca pessoal @DilmaBR, 40 minutos antes. Fiquem atentos!

Sugerimos e convidamos vocês a realizarem a cobertura em tempo real da atividade em seus blogues, twitter's e em suas redes sociais.

Lembrando que o evento será transmitido ao vivo no próprio blog pessoal de Dilma.

Acompanhe a transmissão em tempo real pelo seu computador e faça uma boa cobertura. Use as hashtag #dilmanaweb e #dilma em todos os posts.

Os conteúdos postados por vocês farão a diferença!!


Fonte: E-mail convite para nosso blog.



Comente nossas postagens! Com problemas para comentar? (clique aqui)

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.BlogdoFabioRodrigues.com.br
Contato: FabioRodrigues@FabioRodrigues.com


Clique aqui e leia texto completo

17 de abr de 2010

Deputada Estadual Cidinha Campos (PDT-RJ) fala o que muitos brasileiros queriam falar. Esses TCEs!






Postagem relacionada: "Blog vai fazer campanha de apoio a Cidinha Campos", clique aqui.



Comente nossas postagens! Com problemas para comentar? (clique aqui)

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.BlogdoFabioRodrigues.com.br
Contato: FabioRodrigues@FabioRodrigues.com


Clique aqui e leia texto completo

16 de abr de 2010

Serra é o anti-Lula e não o pós-Lula

Serra (PSDB-SP) o anti-Lula!

Por Altamiro Borges, no Blog do Miro

Diante da crescente popularidade do governo Lula e da sua comprovada capacidade de transferir votos para a pré-candidata Dilma Rousseff, o grão-tucano José Serra decidiu se travestir de “pós-Lula”. Na festança que ratificou o seu nome, na semana passada, o ex-governador paulista vestiu a pele de cordeiro – logo ele, um lobo sanguinário, conhecido por sua truculência e intolerância. Ele evitou ataques frontais ao presidente Lula e até fez elogios a algumas ações do atual governo.

Cínico e demagógico, o presidenciável demotucano prometeu que, se for eleito, vai “manter as iniciativas positivas e melhorar nas deficiências”. Evitando fazer comparações entre os governos FHC e Lula, que ele sabe que seriam desastrosas para a sua ambição, Serra se apresentou como o candidato do futuro. Numa cópia rastaqüera do lema “Yes, we can”, utilizado por Barack Obama nas eleições dos EUA, ele anunciou que seu bordão de campanha será “O Brasil pode mais”.

“Serrinha paz e amor”

Caradura, José Serra tentou até se apropriar do bom momento vivido pela economia brasileira, expresso na geração de emprego e renda. “Somos militantes desta transformação, protagonistas mesmo, contribuímos para essa história de progresso e de avanços do nosso país. Nós podemos nos orgulhar disso”, afirmou, escondendo que os oito anos do triste reinado de FHC foram de estagnação econômica, recorde de desemprego, precarização do trabalho e arrocho salarial.

Nesta fase do “Serrinha paz e amor”, até o senador-jagunço Sérgio Guerra, presidente do PSDB, fingiu-se de civilizado. Afirmou que a candidatura demotucana não será raivosa, mas que visaria “avançar e aprofundar as conquistas já obtidas”. Enquanto Serra e outros dissimulados alisaram, outros mais afoitos mostram as suas garras. Roberto Freire, o traíra do PPS, foi o mais agressivo, destoando da tática combinada – o que indica que persistem dúvidas sobre a linha da campanha.

Fugindo do confronto programático

A estratégica definida pelo comando demotucano, que tenta vender a imagem do candidato pós-Lula, realmente é de alto risco. Não dá para esconder o trágico passado de FHC, a sua “herança maldita”, nem para minimizar o papel do ex-ministro José Serra nos anos do tsunami neoliberal. Por mais que os marqueteiros tentem limpar a sua imagem, ele será visto como o “anti-Lula” – e não como o “pós-Lula”. As recentes pesquisas confirmam esta tendência, com o crescimento da candidata que de fato representa a continuidade do ciclo político aberto pelo presidente Lula.

Na prática, o notívago José Serra vive um profundo dilema, o que deve agravar as suas insônias. Sabe que não pode aparecer como um opositor hidrófobo ao governo Lula, que bate recordes de popularidade – esse papel sujo ficaria para os outros, principalmente para os seus amiguinhos da mídia. Por outro lado, ele precisa se diferenciar de Dilma Rousseff, a candidata de Lula. Sem programa e sem discurso, ele tentará comparar biografias, evitando o confronto programático.

Blefe ou lobo em pele de cordeiro?

O dilema parece insolúvel. Para o sociólogo Emir Sader, o presidenciável demotucano não terá como fugir do debate programático. “Dilma representa o aprofundamento do projeto de oito anos do governo Lula, ocupa o espaço da esquerda no campo político. Já Serra representa as mesmas forças que protagonizaram os oito anos do governo FHC, que implementou o neoliberalismo no Brasil, governo de que o próprio Serra foi ministro todo o tempo. São dois projetos, dois países distintos, dois futuros diferenciados, para que o povo brasileiro os compare de decida”.

No mesmo rumo, o historiador Luiz Felipe de Alencastro afirma que José Serra vai se atolar neste impasse. “Ele não pode elogiar o Fernando Henrique e não pode atacar o Lula. Que candidato ele pode ser? Qual é o seu terreno? Ele pode ser um blefe nesse sentido. Na campanha, vai ter de prometer continuidade para os programas do PT. Quando Sérgio Guerra disse que o PSDB faria tudo diferente, foi um desastre... Falou disparates e levou um cala-boca do partido”, explicou numa recente entrevista ao jornal Valor.

“Um blefe”, como afirma Alencastro; ou “um lobo em pele de cordeiro”, como alfinetou Dilma Rousseff numa certeira critica aos discursos dissimulados pelo José Serra? Ou ambos?



Comente nossas postagens! Com problemas para comentar? (clique aqui)

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.BlogdoFabioRodrigues.com.br
Contato: FabioRodrigues@FabioRodrigues.com


Clique aqui e leia texto completo

15 de abr de 2010

Institutos reagem a ataques: “Questionável é a linha editorial da Folha”


Textos publicados nas últimas semanas pelo jornal Folha de São Paulo, com o aparente objetivo de desacreditar os resultados das pesquisas eleitorais dos concorrentes do Datafolha e valorizar os apurados pelo instituto do Grupo Folha, produziram uma crise entre as quatro maiores empresas de pesquisa do país. E despertaram, terça-feira e ontem, vigorosa reação dos presidentes do Vox Populi e do Sensus apoiada por integrantes do conselho de ética da Associação Brasileira das Empresas de Pesquisa (ABEP). Na terça-feira, o Vox Populi e o Sensus protestaram durante reunião da ABEP. Ontem, o diretor-presidente do Vox Populi, Francisco Meira, repetiu seu protesto a Brasília Confidencial.

“As discussões (sobre os resultados das pesquisas) deveriam manter um nível técnico, sobre as diferenças metodológicas. Infelizmente, a Folha optou por uma abordagem tendenciosa e sem argumentos consistentes. Questionável é a linha editorial da Folha de São Paulo”, atacou Francisco Meira. E continuou:

“A diferença entre nós é a existência de um grande veículo de comunicação que se dispõe, talvez por solidariedade aos colegas do departamento de pesquisa, a praticar um jornalismo de má qualidade, atacando sistematicamente empresas que divulgam resultados diferentes dos que lhe interessam”.

INVERSÕES NO DATAFOLHA

A origem da crise está no comportamento que a Folha de São Paulo passou a adotar logo depois que publicou pesquisa do Datafolha em que, diferentemente de todas as pesquisas de intenção de voto divulgadas neste ano, os resultados apontaram o crescimento do pré-candidato do PSDB, José Serra, e estagnação da pré-candidata do PT, Dilma Rousseff. Ao contrário também de uma tendência que o próprio Datafolha identificara um mês antes, de crescimento de Dilma e queda ou estagnação de Serra, os resultados publicados pelo instituto em 27 de março, duas semanas antes do lançamento da pré-candidatura tucana, apontaram outro cenário.

Embora o Vox Populi e o Sensus não tenham levantado suspeita sobre esses resultados apurados pelo Datafolha e exibidos pela Folha, o jornal começou a questionar o trabalho dos concorrentes, cujos resultados, em resumo, não favoreceram a candidatura tucana (veja no quadro). Eles apontaram, no fim de março e no início de abril, a continuidade do crescimento da candidatura petista e empate entre Serra e Dilma.

“FORA DE CONTEXTO”

A Folha de São Paulo publicou notas insinuando que a ordem das perguntas utilizada pelo Vox Populi poderia interferir no resultado das pesquisas.

“A Renata Loprete, a Mônica Bergamo e o Fernando Rodrigues receberam uma nota de esclarecimento. Demoraram cinco dias para publicar nossa posição. Quando o fizeram, foi fora de contexto, passando ao leitor a impressão de que nossa resposta se referia a outras acusações”, afirmou terça-feira e reafirmou ontem o diretor-presidente do Vox Populi.

Poucos dias antes da divulgação da mais recente pesquisa do instituto Sensus, que mostra diferença inferior a meio ponto percentual entre Serra e Dilma, a Folha de São Paulo se voltou contra o outro concorrente do Datafolha. O jornal tentou desqualificar o trabalho do Sensus, antes mesmo de que os resultados fossem divulgados, explorando uma troca no nome do contratante da pesquisa.

“A Folha pinçou esse fato e transformou em uma matéria de primeira página que não diz absolutamente nada”, reclamou Ricardo Guedes, diretor do Sensus, na reunião com o conselho de ética da Associação Brasileira das Empresas de Pesquisa

O presidente da ABEP, Waldir Pile, que intermediou o debate entre os presidentes dos institutos, disse que a associação não impõe normas de conduta aos filiados. Mas frisou que, certamente, a melhor forma para discutir eventuais discordâncias de metodologia “não é através de notas na imprensa”.


AS DIFERENÇAS INCÕMODAS

Instituto Datafolha (25/26 de março) >> Candidatos Serra 36% x Dilma 27%

Vox Populi (30/31 de março) >> Serra 34% x Dilma 31%

Sensus (5 a 9 de abril) >> Serra 32,7% x Dilma 32,4%

Fonte: Brasília Confidencial



Comente nossas postagens! Com problemas para comentar? (clique aqui)

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.BlogdoFabioRodrigues.com.br
Contato: FabioRodrigues@FabioRodrigues.com


Clique aqui e leia texto completo

O bom debate para o Brasil 2010 (XII)


Por Fábio Rodrigues

Faltando pouco mais de 2 meses para o início da campanha presidencial já podemos tirar algumas considerações preliminares:

1 - Dilma (PT) cresceu muito nas pesquisas eleitorais, mesmo tendo um percentual muito considerável de pessoas que ainda não sabe que ela é a candidata do Lula;
2 - O Serra (PSDB) dificilmente passará do percentual de 40% de votos, e sendo assim não tem possibilidade de vitória, nem no 1º turno e muito menos no 2º turno;
3 - O Lula é o melhor cabo eleitoral da Dilma. Transferiu e ainda vai transferir muitos votos para Dilma. Contrariando os analistas políticos que falavam que seria difícil a transferência de votos;
4 - O FHC não é muito bem-vindo na campanha do Serra, pois sua rejeição junto ao eleitorado é muito grande. Falar de FHC é lembrar das privatizações desastradas realizadas no seu governo. O entreguismo geral do patrimônio público.


Feita essa avaliação é interessante verificar algumas ações que serão tomadas na campanha eleitoral:

- O PT irá fazer a comparação dos 8 anos de gestão de Lula com a gestão de FHC;
- A militância, simpatizantes e apoiadores da Dilma não podem cantar vitória antes da apuração das urnas. Precisa de muito trabalho na internet e nas ruas;
- O Lula vai viajar os quatro cantos do Brasil para "reapresentar" sua candidata Dilma;
- A Dilma vai fazer a campanha do "Paz e Amor II", nada de raiva ou coisa parecida. Vai deixar isso para os desesperados com medo da derrota.

Enfim, o Brasil nessa eleição presidencial poderá ter outro marco político histórico que é a eleição da primeira mulher como Presidente do Brasil, o primeiro foi a eleição de um ex-metarlúgico. Isso pode parecer pouco para alguns, mas é um passo considerável para diminuir a discriminação e machismo ainda muito presente em nosso país.

Postagem relacionada: "O bom debate para o Brasil 2010 (XI)", clique aqui.



Comente nossas postagens! Com problemas para comentar? (clique aqui)

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.BlogdoFabioRodrigues.com.br
Contato: FabioRodrigues@FabioRodrigues.com


Clique aqui e leia texto completo

Intervozes - Levante sua voz

Intervozes - Levante sua voz from Pedro Ekman on Vimeo.



Vídeo sobre direito à comunicação produzido pelo Intervozes Coletivo Brasil de Comunicação Social com o apoio da Fundação Friedrich Ebert Stiftung retrata a concentração dos meios de comunicação existente no Brasil.

Roteiro, direção e edição: Pedro Ekman
Produção executiva e produção de elenco: Daniele Ricieri
Direção de Fotografia e- câmera: Thomas Miguez
Direção de Arte: Anna Luiza Marques
Produção de Locação: Diogo Moyses
Produção de Arte: Bia Barbosa
Pesquisa de imagens: Miriam Duenhas
Pesquisa de vídeos: Natália Rodrigues
Animações: Pedro Ekman
Voz: José Rubens Chachá

CC - Alguns direitos reservados
Você pode copiar, distribuir, exibir e executar a obra livremente com finalidades não comerciais.
Você pode alterar, transformar ou criar outra obra com base nesta.
Você deve dar crédito ao autor original.


Postado originalmente às 16:13 - 02/12/2009.



Comente nossas postagens! Com problemas para comentar? (clique aqui)

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.BlogdoFabioRodrigues.com.br
Contato: FabioRodrigues@FabioRodrigues.com


Clique aqui e leia texto completo

Blog vai fazer campanha de apoio a Cidinha Campos




Por Pierre Lucena, no Acerto de Contas

O Acerto de Contas vai fazer uma campanha virtual, com banner, em repúdio à canalhada que toma conta das assembléias e câmaras do país, apoiando a deputada Cidinha Campos (http://twitter.com/CidinhaCampos), que bravamente está em pé de guerra contra a mistura de deputados e conselheiros do TCE com bandido no Rio de Janeiro.

O vídeo acima é de uma entrevista da deputada, falando de um Desembbargador que estranhamente mandou parar o processo de investigação. Veja também o vídeo do discurso da deputada, que foi visto mais de 560 mil vezes no You Tube.

Vamos produzir um banner para o blog, e para enviar aos blogs parceiros, e queremos a ajuda dos nossos leitores.

Como não pode ser apoiando a candidatura da deputada, que nem sei se é candidata a reeleição, vamos bolar alguma frase para estar no banner.

Bahé pensou em algumas, e depois da contribuição dos nossos leitores, vamos colocar uma enquete aqui.

“Bota pra torar, Cidinha!”
”Cidinha escancarou. E eu assino embaixo”
“Tô com Cidinha. Só tem canalha”
“Tô com Cidinha. Fora, canalhas!”

Coloquem suas sugestões de frase para estampar no banner. Se você tiver um blog e quiser ajudar a disseminar o banner, basta nos avisar.



Comente nossas postagens! Com problemas para comentar? (clique aqui)

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.BlogdoFabioRodrigues.com.br
Contato: FabioRodrigues@FabioRodrigues.com


Clique aqui e leia texto completo

13 de abr de 2010

MST denuncia mais uma tentativa de criminalização pela latifundiária Katia Abreu


O MST lançou nota sobre as propostas apresentadas pela senadora Kátia Abreu (DEM-TO), protocoladas no Ministério da Justiça, nesta terça-feira.

O documento, destinado ao ministro Luiz Paulo Barreto, pede ações duras contra o MST nas manifestações do chamado “Abril Vermelho” (veja que lutar pela reforma agrária está na lei).

Entre as ações está o uso da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Federal (PF) para identificar e reprimir as ocupações. (com informações da Agência Brasil).

Abaixo, leia a nota do MST.

Nota do MST sobre propostas da presidente da CNA

As propostas da presidente da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), a senadora Kátia Abreu (DEM-TO), pretendem mais uma vez criminalizar as lutas sociais e impedir o avanço da Reforma Agrária.

A senadora não apresenta nenhuma proposta para resolver os problemas das 4 milhões de famílias pobres do campo e das 90 mil famílias acampadas em todo o país. No entanto, suas medidas buscam proteger da Lei Agrária cerca de 15 mil fazendeiros com mais de 2 mil hectares, que controlam nada menos do que 98 milhões de hectares.

Em relação as ocupações de terras, a senadora Kátia Abreu deveria dar um exemplo e devolver duas fazendas de 2.500 hectares, no município de Campos Lindos (TO), que ela invadiu depois de um golpe contra camponeses, em 2002 .

Além disso, a senadora, que quer aparecer porque sonha em ser vice do candidato a presidente José Serra , deveria saber que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, líder dos tucanos, assinou um decreto que institui o 17 de abril como Dia Nacional de Luta pela Reforma Agrária. Ou seja, é um direito lutar pela Reforma Agrária neste país.

Fonte: Rede de Comunicadores pela Reforma Agrária

Postagens relacionadas: "Carter: Kátia Abreu (DEM- TO) recebe 25 vezes mais dinheiro do Governo do que o MST", clique aqui.
"O MST real e o MST da Globo!", clique aqui.



Comente nossas postagens! Com problemas para comentar? (clique aqui)

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.BlogdoFabioRodrigues.com.br
Contato: FabioRodrigues@FabioRodrigues.com


Clique aqui e leia texto completo

22 dias de mobilização pelo voto aos 16 anos


Nos próximos 22 dias a Juventude do PT estará mobilizada para que os jovens que já têm, ou irão completar 16 anos até o dia 03 de outubro, tirem o seu título de eleitor e votem nestas eleições.

O prazo para o alistamento eleitoral termina no dia 05 de maio, e para tirar o título o jovem deve comparecer até o cartório eleitoral mais próximo da sua residência, munido de documento de identidade e comprovante de residência. Os trâmites podem ser adiantados através do Título Net, no site do TSE (http://www.tse.gov.br/internet/servicos_eleitor/titulo_net.htm).

As escolhas da juventude mudam a história

Com esta campanha a Juventude do PT convoca os jovens brasileiros a participar da política e fazer parte da construção deste novo país que tem sido fruto do governo Lula.

A JPT irá realizar durante estes dias diversas atividades. A Internet em particular, será um importante espaço de mobilização, confira abaixo as ações:

Twitter – No microblog, estaremos mobilizando com a tag #votoaos16. Através dela estamos convidando os jovens a falarem da importância do primeiro voto, da participação política e como as escolhas da juventude mudam a história. O perfil da Juventude do PT no Twitter é www.twitter.com/JPT13.

You Tube - Através do site de vídeos, estamos convocando a militância a falar em 30 segundos sobre o primeiro voto e como a eleição deste ano é importante para que o Brasil continue mudando. É só gravar, subir para o You Tube e enviar o link – para o e-mail portaljpt@gmail.com, os vídeos serão divulgados na página especial da campanha no Portal da JPT.

Página Especial – No Portal da JPT, na página www.jpt.org.br/votoaos16, estará o hot site da campanha. Nele será possível baixar as artes, o jingle e assistir os vídeos.

Além disso, diversas atividades serão organizadas pela JPT nos estados e municípios, como panfletagens e atividades culturais na escolas e praças. Veja aqui os contatos das secretarias estaduais e acompanhe pelo Portal da JPT e pelo twitter as atividades que irão rolar.



Comente nossas postagens! Com problemas para comentar? (clique aqui)

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.BlogdoFabioRodrigues.com.br
Contato: FabioRodrigues@FabioRodrigues.com


Clique aqui e leia texto completo

12 de abr de 2010

Serra, o Brasil não pode mais…


Por Brizola Neto, no seu Blog

Li boa parte de seu discurso, senhor José Serra. Talvez eu seja hoje o que o senhor foi, na minha idade, quando era um jovem, que presidia a União Nacional dos Estudantes e apoiava o Governo João Goulart no Comício da Central. Quando o senhor defendia o socialismo que hoje condena, o patriotismo que hoje trai, o desenvolvimento autônomo do Brasil do qual hoje o senhor debocha.

O senhor, como Fernando Henrique, é útil aos donos do Brasil – sim, Serra, o Brasil tem donos, porque 1% dos brasileiros mais ricos tem o mesmo que todos os 50% mais pobres – porque foi diferente no passado e, hoje, cobre-se do que foi para que não lhe vejam o que é.

O símbolo do Brasil que não pode mais, que não pode ser mais como o fizeram.

Não pode mais o Brasil ser das elites, porque nossas elites, salvo exceções, desprezam nosso povo, acham-no chinfrim, malandro, preguiçoso, sujo, desonesto, marginal. Têm nojo dele, fecha-lhe os vidros com película para nem serem vistos.

Não pode mais ser o país das elites, porque nossas elites, em geral, não hesitam em vender tudo o que este país possui – como o senhor, aliás, incentivou fazer – para que a “raça superior” venha aqui e explore nossas riquezas de maneira “eficiente” e “lucrativa”. Para eles, é claro, e para os que vivem de suas migalhas.

Não pode mais ser o Brasil dos governantes arrogantes, como o senhor, que falam de cima – quando falam – que empolam o discurso para que, numa língua sofisticada, que o povo não entende, negociem o que pertence a todos em benefício de alguns.

Não pode mais ser o país dos sábios que, de tão sabidos, fizeram ajoelhar este gigante perante o mundo e nos tornaram servos de uma ordem econômica e política injustas. O país dos governantes “cultos”, que sabem miar em francês e dizer “sim, senhor” em inglês.

Não pode mais ser o país do desenvolvimento a conta-gotas, do superávit acima de tudo, dos juros mais acima de tudo ainda, dos lucros acima do povo, do mercado acima da felicidade, do dinheiro acima do ser humano.

O Brasil pode hoje mais do que pôde no governo do que o senhor fez parte.

Pôde enfrentar a mais devastadora crise econômica mundial aumentando salário, renda, consumo, produção, emprego quando passamos décadas ouvindo, diante numa crise na Malásia ou na Tailândia que era preciso arrochar mais o povo.

Pôde falar de igual para igual no mundo, pôde retomar seu petróleo, pôde parar de demitir, pôde retomar investimentos públicos, pôde voltar a investir em moradia, em saneamento, em hidrelétricas, em portos, em ferrovias, em gasodutos. Pôde ampliar o acesso à educação, ainda que abaixo do que mereça o povo, pôde fazer imensas massas de excluídos ingressarem no mundo do consumo e terem direito a sonhar.

Pôde, sim, assumir o papel que cabe no mundo a um grande país, líder de seus irmãos latinoamericanos.

O Brasil pôde ser, finalmente, o país em que seu povo não se sente um pária. Uma país onde o progresso não é mais sinônimo de infelicidade.

É por isso, Serra, que o Brasil não pode mais andar para trás. Não pode voltar para as mãos de gente tão arrogante com seu povo e tão dócil aos graúdos. Não pode mais ser governado por gente fria, que não sente a dor alheia e e não é ansiosa e aflita por mudar.

Não pode mais, Serra, não pode mais ser governado por gente que renegou seus anos mais generosos, mais valentes, mais decididos e que entregou seus sonhos ao pragmatismo, que disfarça de si mesmo sua capitulação ao inimigo em nome do discurso moderno, como se pudesse ser moderno aquilo que é apoiado pelo Brasil mais retrógrado, elitista, escravocrata, reacionário.

Há gente assim no apoio a Lula e a Dilma, por razões de conveniência-político eleitoral, sim. Mas há duzentas vezes mais a seu lado, sem qualquer razão senão a de ver que sua candidatura e sua eleição são a forma de barrar a ascenção da “ralé”. Onde houver um brasileiro empedernidamente reacionário, haverá um eleitor seu, José Serra.

Normalmente não falaria assim a um homem mais velho, não cometeria tal ousadia.

Mas sinto esta necessidade, além de mim, além de minha timidez natural, além de minha própria insuficiência. Sinto-me na obrigação de ser a voz do teu passado, José Serra. É um jovem que a Deus só pede que suas convicções não lhes caiam como o tempo faz cair aos cabelos, que suas causas não fraquejem como o tempo faz fraquejar o corpo, que seu amor ao povo brasileiro sobreviva como a paixão da vida inteira. Que o conhecimento, que o tempo há de trazer, não seja o capital de meu sucesso, mas ferramenta do futuro.

Vi um homem, já idoso, enfrentar derrotas eleitorais e morrer como um vitorioso, por jamais ter traído as idéias que defendeu. Erros, todo humano os comete. Traição, porém, é o assassinato de nós mesmos. Matamos quem fomos em troca de um novo papel.

Talvez venha daí sua dificuldade de dormir.

Na remota hipótese de vencer as eleições, José Serra, o senhor será o derrotado. O senhor é o algoz dos seus melhores sonhos.


Comente nossas postagens! Com problemas para comentar? (clique aqui)

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.BlogdoFabioRodrigues.com.br
Contato: FabioRodrigues@FabioRodrigues.com


Clique aqui e leia texto completo

Estamos agora no Twitter, e a ex-ministra Dilma também!


Por Fábio Rodrigues

Depois de 1 ano do lançamento desse Blog, resolvemos criar um perfil no Twitter. Segue endereço para quem quiser nos seguir: http://twitter.com/BlogdoFabioR .

Será mais uma oportunidade de levar o bom debate sobre política para os quatro cantos do Brasil. Pois essa próxima eleição não será fácil e poderemos ver a imprensa jogar sujo. Assim sendo, estaremos nos fortalecendo pela internet para mitigar esses possíveis danos imorais. Ajude-nos a divulgar esse espaço democrático de discussão popular.

Aproveitamos também para divulgar o perfil oficial da ex-ministra Dilma - http://twitter.com/Dilmabr . Inclusive serviu de incentivo para criarmos o perfil do nosso blog. Em apenas 1 dia o perfil de Dilma já tem mais de 9.000 seguidores.



Comente nossas postagens! Com problemas para comentar? (clique aqui)

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.BlogdoFabioRodrigues.com.br
Contato: FabioRodrigues@FabioRodrigues.com


Clique aqui e leia texto completo
Clique no link "Postagem(ns) mais antiga(s)" (acima), para continuar lendo nosso blog. E a qualquer momento clique no link "Início" para voltar a página inicial.