6 de jan de 2010

Terra Brasilis responde ao jornalista Fábio Pannunzio (I)


Por DiAfonso*, no Terra Brasilis

Esta é a primeira parte que comporá a resposta ao comentário enviado pelo caro jornalista Fábio Pannunzio à editoria do Terra Brasilis. Tomar-se-ão, como referência, as palavras do jornalista para o contra-argumento.

Caro professor,

O sr. realmente dá uma aula - de leviandade. Primeiro, me chama de "banana" em um comentário em outro blog.
(palavras do Fábio Pannunzio)

Caro jornalista Fábio Pannunzio,

Inicialmente, confirmo que usei a expressão "banana" em comentário no excelente Blog BODEGA CULTURAL (1), do "Cumpadi" Carlinhos Medeiros. Usei-a para configurar a sua atitude no episódio Bóris Casoy e, sinto informar-lhe, continuo com a mesma concepção quanto ao seu comportamento neste caso específico. Caso no qual o seu envolvimento se baseia em razões que só o senhor deve saber. O senhor, da mesma forma, pode continuar a ter a ideia que quiser ter de mim.

No bojo dessa discussão, faço duas ressalvas importantes para esta primeira parte do posicionamento da editoria-geral do Terra Brasilis:

1. A primeira diz respeito ao fato de o senhor descontextualizar a expressão "banana", não reproduzir a íntegra do comentário que fiz e, muito menos, fazer referência a um outro em que digo que editaram o áudio só para que o senhor não ouvisse a expressão "do alto de suas vassouras" (dita por Bóris Casoy) e que o senhor teima em afirmar que ela não existe (2). A visita a um dicionário de médio porte nos apresentará o verbete "banana" com várias acepções e, dentre estas, há aquelas de sentido figurado ou conotativo, como se diz no campo da semântica. "Banana", pejorativamente, pode significar pessoa "covarde", "destituída de autoridade" e "com pouca energia ou sem iniciativa".

2. A segunda é que, talvez, os leitores não saibam que o sentido usado por mim fora este último. Os leitores podem não inferir este sentido e até compreendo, mas com o senhor eu não posso admitir esta falta de compreensão. Afirmo isso não por desprezar a capacidade interpretativa do leitor, longe de mim pensar assim. A minha afirmação de que o senhor, somente o senhor, não poderia ter se ofendido com o termo usado e com o último sentido que atribuí a ele por uma razão: no episódio em que o caro jornalista foi ameaçado pela deputada distrital Eliana Pedrosa (DEM), considerei sua atitude, ao fazer a denúncia no seu Blog, firme e louvável. Tanto é verdade isso que republiquei sua postagem no Terra Brasilis (3) e ainda fiz um comentário, em tom de brincadeira, no seu próprio Blog. Desse modo, não entendo o motivo pelo qual o senhor se apegou à expressão "banana", achando-a uma ofensa de minha parte e me ofendendo, logo no início de seu comentário, ao dizer que eu "[dava] uma aula - de leviandade". Já fui chamado de "banana" e isso não me ofendeu, pelo contrário, fez-me refletir que eu realmente deveria deixar de ser covarde, sem iniciativa e pusilânime. Embora as pessoas sejam diferentes e reajam de modo diferente, a vida nos ensina muito. Devemos aprender com os fatos que nos apequenem e deles tirar ensinamentos. Agora, ofensa e leviandade, caro Pannunzio, foi o que o jornalista Bóris Casoy fez ao achincalhar os humildes garis e, ainda assim, o senhor saiu em defesa do colega (nem tão colega assim, como o senhor próprio diz em seu Blog), solidificando uma prática nefasta que é o corporativismo em socorro de um membro que desqualifica a profissão.

(1) Para ler os meus comentários no BODEGA CULTURAL, clique aqui.
(2) Para ouvir o áudio em que Bóris Casoy usa a expressão "do alto de suas vassouras",
clique aqui.
(3) Para ler a republicação da postagem do Fábio Pannunzio no Terra Brasilis,
clique aqui.

*Editor-geral do Terra Brasilis



Comente nossas postagens!

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.BlogdoFabioRodrigues.com.br
Contato: FabioRodrigues@FabioRodrigues.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique no link "Postagem(ns) mais antiga(s)" (acima), para continuar lendo nosso blog. E a qualquer momento clique no link "Início" para voltar a página inicial.