24 de out de 2009

As eleições no Uruguai: quem é Pepe Mujica

Pepe Mujica

Por Brizola Neto, no seu Blog

Como tratei aqui, outro dia, amanhã há eleições no nosso vizinho Uruguai. Comentei as pesquisas e falei da falta de atenção que nossa imprensa tem com o que se passa aqui, exceto quando se trata de dar espaço aos adversários das forças e governos progressistas que hoje se espalham neste continente. Pois hoje, por isso, quero trazer a vocês um pouco de informação sobre o homem que, ao que parece, está a um passo de se tornar presidente uruguaio e sobre o qual não me recordo de ter lido nada nos jornais brasileiros.

José Mujica tem 75 anos. Foi um dos fundadores do Movimento de Libertação Nacional (MLN), os tupamaros, que surgiu como uma oreganização de esquerda ainda no período civil, em contraponto ao bipartidarismo blanco-colorado que dominava o país. Depois de 1973, com a implantação de uma ditadura militar, passou à luta armada. O nome tupamaro vem de Tupac Amaru, um líder inca que lutou contra a dominação espanhola.

Por conta disso, Mujica passou 14 anos detido em diversas unidades militares e fez parte do grupo de líderes do MLN mais próximos ao fundador dessa guerrilha, Raúl Sendic. Com a redemocratização, o movimento integrou-se à Frente Ampla, uma coalizão de forças de esquerda liderada pelo legendário opositor da ditadura, o General Liber Seregni.

Mujica, que é conhecido como “Pepe”, disputou a escolha interna com o moderado Danilo Astori, ex-ministro da Economia. No congresso da Frente Ampla, Mujica obteve 71% dos votos, enquanto que Astori teve 23%. Depois, passou por uma eleição interna entre os filiados ao partido e venceu Astori por 50 a 38%.

Agricultor, carismático, “Pepe” Mujica é famoso por sua fala simples, direta, “campechana” , como dizem lá. Andava sempre com uma velha lambreta pelas ruas de Montevidéu, é considerado o político mais popular no Uruguai, especialmente entre os jovens e os uruguaios que migraram do país. Foi eleito deputado nas eleições de 1994 e senador em 1999. Nas eleições de 2004 foi o legislador com maior quantidade de votos, cargo a que renunciou ao ser designado ministro de Pecuária, Agricultura e Pesca em março de 2005, onde ficou até de março do 2008.

O passado de Mujica não parece causar-lhe problemas eleitorais. Suas tiradas, porém, já renderam muita polêmica. Passou a se cuida mais e definiu que “”a democracia começa na orelha, escutando a todo mundo”.

Sob o silêncio da imprensa brasileira, Mujica tem entre 46 e 49% das intenções de voto no Uruguai. Precisa de 50% para vencer no primeiro turno. Amanhã, se conseguir, será o novo presidente uruguaio. Senão, poucos duvidam que vença o segundo turno, dia 29 de novembro.



Não deixe de comentar nossas postagens.

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.FábioRodrigues.com
Contato: fabiorodrigues@fabiorodrigues.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique no link "Postagem(ns) mais antiga(s)" (acima), para continuar lendo nosso blog. E a qualquer momento clique no link "Início" para voltar a página inicial.