8 de jun de 2009

Fraudes no Senado

João Carlos Zoghbi

MP afasta Polícia Legislativa de investigação de fraudes no Senado
Ex-diretor João Carlos Zoghbi é acusado de usar ex-babá como laranja. Apuração de irregularidades em contratos será feita pela Polícia Federal.

Por Eduardo Bresciani, no G1

O Ministério Público do Distrito Federal decidiu nesta sexta-feira (5) retirar a Polícia do Senado da investigação contra o ex-diretor da Casa João Carlos Zoghbi, suspeito de usar empresas de fachada em um esquema de desvio de recursos públicos. A partir de agora, a Polícia Federal irá concentrar o inquérito contra Zoghbi.

De acordo com nota divulgada pela Polícia do Senado, o procurador responsável pelo caso, Gustavo Pessanha Velloso, o afastamento se deveu ao fato de que teriam na investigação indícios de outros delitos que estão fora da jurisdição da polícia legislativa.

“O representante do Ministério Público entende que, além dos crimes já investigados pela Polícia Legislativa, há indícios de outros delitos que desbordam os limites territoriais sob responsabilidade do Senado Federal”, diz a nota.

A Polícia do Senado indiciou o ex-diretor e outras três pessoas. Zoghbi foi indiciado por corrupção passiva, formação de quadrilha e falsidade ideológica. Segundo a nota, o MP entende que haveria ainda outros crimes a ser investigados.

Denúncias

Em entrevista à revista "Época" (clique e acesse), em abril, Zoghbi e sua esposa denunciaram uma série de fraudes em contratos do Senado –no Sistema de Processamento de Dados (Prodasen), na comunicação social, no transporte, na vigilância, no serviço de segurança e na área de taquigrafia.

De acordo com a entrevista, o ex-diretor de Recursos Humanos teria participação em um suposto esquema de desvio de dinheiro em operações de crédito consignado, por meio de empresas de fachada em nome de filhos e de uma ex-babá (clique e acesse).

O casal acusou o ex-diretor-geral do Senado Agaciel Maia de comandar um esquema de fraudes. Agaciel negou envolvimento com irregularidades. Em maio, Zoghbi negou no Senado que tivesse feito acusações contra Agaciel (clique e acesse). Na semana passada, Zoghbi disse em depoimento no Senado que as acusasções contra Agaciel teriam sido feitas em um "momento de desespero".

Postagens relacionadas: "Novidade: Irregularidade no Senado Federal. Parece que é a primeira!", clique aqui.
"Mas uma no Senado Federal! A punição é simples: ressarcir aos cofres do Senado", clique aqui.
"Revistas : Senador Efraim Morais (DEM/PB) mantinha 52 fantasmas", clique aqui.
"Esse Senado Federal!!!", clique aqui.
"Ex-deputado federal critica Efraim (DEM/PB)", clique aqui.


Não deixe de comentar nossas postagens.

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.FabioRodrigues.com
Contato: fabiorodrigues@fabiorodrigues.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique no link "Postagem(ns) mais antiga(s)" (acima), para continuar lendo nosso blog. E a qualquer momento clique no link "Início" para voltar a página inicial.