27 de mai de 2009

O bom debate para Paraíba 2010 (II)


É imperativo o surgimento de novas lideranças!

Por Mauro Nunes, no seu site

“Jamais perca a perspectiva de que a sociedade, da qual você faz parte e que é você, é maior do que o governo. E muitas vezes maior do que governantes, chefes políticos e dirigentes de qualquer matiz”

Nunca, em toda sua história, a Paraíba apresentou um cenário político tão carente de novas lideranças. Lideranças que venham mudar o triste e grotesco quadro que ai está.

O tumulto do provincianismo do discurso fez o político esquecer-se do futuro e da sociedade. E, por conseqüência, pensar apenas em “seu” futuro.

Liderança, aliança e fidelidade são palavras que apodreceram no decorrer dos discursos que externam apenas “tomar” e “ter” o poder pelo poder.

A sociedade que se cuide! E trate de identificar novas lideranças. Elas existem e têm planos saudáveis e inteligentes para apoiar programas e projetos que atendem os anseios da população.

Não se mantenha adormecido. Exclua de seus hábitos o ouvir palavras tortuosas e repetidas de políticos, forjados em um cenário que já se extinguiu há mais de 50 anos.

Busque o novo. Ele existe e está bem próximo de você. Vamos fixar como missão “Encontrar e empossar novas lideranças” Nós temos esse poder e a capacidade de mudar.

As novas lideranças estão entre nós, são participes ativos da sociedade e de programas que cuidam em construir um novo cenário, um novo mundo, um novo paradigma. Acordem e vejam!

Converse com amigas e amigos e compreendam que a mudança é possível e pode ser viabilizada.

Estamos habituados a, no cotidiano, ouvir acusações, denúncias e desmentidos. Muitos com propositais tendências à desqualificação de posturas e comportamentos de adversários políticos.

Na verdade, e a rigor, assiste-se a uma desqualificação da população que fez suas opções nas eleições, e certamente, está ansiosa por mudanças melhorem suas vidas.

A imprensa da tinta, da voz e da tela (TV, rádio, PC e contatos pessoais), repositório dos mais respeitados formadores de opinião, talvez premidos pela normose, oferece guarida além da conta - como diria o mineiro - aos agentes políticos que nunca descem do palanque.

Estimulados por motivações as mais variadas, muitos políticos evitam debates e discussões de idéias e propostas, no que retardam enormemente um processo que deveria ser ágil e civilizado, porque de interesse direto de toda sociedade.

Além da imprensa, outros segmentos representativos da sociedade - professores, servidores públicos, lideranças políticas e empresariais, estudantes e profissionais liberais - precisam rever sua percepção e seu envolvimento nessas questões.

Reconhecidamente polêmica, porque pode atrair uma outra concepção conceituada como normose - que é o democratismo -, e com a convicção de que temos sido por demais tolerantes com ilicitudes e espertezas, arriscaria algumas provocações:

(1) atentar para as motivações quando da disseminação de opiniões com conteúdos que só ampliam a queda de braço entre os políticos. E que nada acrescentam ao debate civilizado;

(2) promover encontros, em fórum de total isenção - como a API - com formadores de opinião, para que se estabeleça de imediato, uma estratégia em busca da civilidade, de novas lideranças e da construção de propostas em torno do desenvolvimento sustentável da Paraíba;

(3) reservar espaço privilegiado aos formadores de opinião - seja profissional da palavra ou não - na imprensa da tinta, da voz, da tela e dos entendimentos pessoais - para elevar o nível dos debates e apresentar propostas que tenham significado para a sociedade.

A proposição é polêmica, além de atrevida. Mas, todos querem emprego, renda, educação, saúde, diminuição da pobreza, alimentos, água, mais civilidade no trato da coisa pública etc. São interesses comuns convergentes que estão claramente definidos.

Se os objetivos são comuns e a divergência, ou polêmica, situa-se apenas no plano das metodologias (como fazer), certamente, a reconhecida inteligência dos paraibanos encontrará o caminho mais adequado.

Esteja atenta a sociedade. Para não permitir que a esperteza de poucos crie uma cultura perversa que ultrapasse a civilidade e se transfira perigosamente como princípios de posturas e atitudes futuras das atuais gerações.

Afinal, mesmo que atrevidamente, pensar na construção do futuro é pensar em um cenário de maior civilidade, integridade e honestidade para nossos filhos e netos. Filhos e netos dos formadores de opinião, dos atores políticos e das lideranças novas

Converse com suas amigas e com seus amigos sobre um novo projeto de buscar novas lideranças políticas em nosso Estado. Existem! É viável! E exeqüível em curto prazo! As gerações futuras lhe agradecerão e ficarão honradas com suas atitudes de hoje. Por isso você será lembrado!

Postagem relacionada: "O bom debate para Paraíba 2010", clique aqui.


Não deixe de comentar nossas postagens.

Gostou desse assunto, envie para seus contatos.

Obrigado pela visita e esperamos sempre sua volta.

Site: http://www.fabiorodrigues.com
Contato: fabiorodrigues@fabiorodrigues.com

2 comentários:

  1. Você está procurando uma nova liderança política para a Paraíba?

    Ricado Coutinho é o futuro do nosso estado.

    ResponderExcluir
  2. Mestre Castôr,

    Não só eu, mas todos nós precisamos encontrar novas lideranças para Paraíba, para o Brasil.

    Ricardo Coutinho sem dúvida alguma é um deles, mas ainda é muito pouco, precisamos novas lideranças para Deputado Federal, para Deputado Estadual, para Vereador, para Prefeito.

    Os mandatos de Ricardo ficam pra trás e não podemos ficar dependente apenas de uma ou duas lideranças.

    Faz-se imperativo incentivar pessoas próximas nossas que tem o espírito público de fazer o bem para coletividade que estejam assumindo um papel ativo no cenário político. Pessoas de bem, homens e mulheres de bem.

    Chegou a hora de retomar o poder dos aproveitadores de plantão, dos políticos inescrupulosos, corruptos e piratas.

    A renovação é latente, urgente e importantíssima nesse momento de escândalos diversos na classe política.

    Abraço fraterno.

    ResponderExcluir

Clique no link "Postagem(ns) mais antiga(s)" (acima), para continuar lendo nosso blog. E a qualquer momento clique no link "Início" para voltar a página inicial.